Grupo de Pesquisa em Educação Química, Ciências e Tecnologia agrega pesquisadores de diferentes Universidades Brasileiras, tendo como objetivo investigar processos de formação de professores de Química e/ou Ciências tanto no contexto da formação inicial como da formação permanente. O grupo preocupa-se com concepções pedagógicas e epistemológicas associadas: à formação docente na educação básica e no ensino suprerior; aos estudos em Paulo Freire; ao processo de ensino e de aprendizagem de Ciências; à história e a filosofia da Ciência; e às tecnologias na educação em Ciências. As pesquisas desenvolvidas pelo Grupo se articulam, de maneira diversa, as discussões de caráter CTS (Ciência, Tecnologia e Sociedade) em que estas estejam presentes tanto para viabilizar a compreensão de como se estabelecem tais relações, como a de incluir outras temáticas na formação docente, como por exemplo, a educação inclusiva, a educação de jovens e adultos (EJA), o desenvolvimento de atividades lúdicas, a abordagem temática.