Todos os posts de cogeti

Atribuição de domínio a um blog criado no blogs.ct

Após criada a nova instância de blog no serviço WordPress, é necessário criar o arquivo de configuração do Apache dentro da pasta /etc/apache2/sites-available.

O arquivo de configuração é similar ao que segue:
<VirtualHost *:80>
ServerAdmin ********-ct@utfpr.edu.br
ServerName **NOME-DOMINIO**.ct.utfpr.edu.br
ServerAlias www.**NOME-DOMINIO**.ct.utfpr.edu.br
DocumentRoot /var/www/html/**NOME-PASTA-WORDPRESS**/
</VirtualHost>

Com o arquivo criado, crie um link simbólico para o arquivo na pasta /etc/apache2/sites-enabled:
# cd ../sites-enabled/
# ln -s ../sites-available/**NOME-DO-ARQUIVO**.conf

Criados os arquivos na máquina WordPress, é necessário criar uma entrada na Zona de DNS. Abra o arquivo ct.zone, disponível em /etc/bind/ct/ct.zone/ e adicione a seguinte entrada:
**NOME-DOMINIO**     CNAME     blogs     ;

Não esqueça de adicionar depois do ponto-e-vírgula (;) uma anotação de realização da alteração e do responsável solicitante do domínio.

Tutorial para Instalação e Ativação de Autocad 2015

Tutorial para Instalação e Ativação de Autocad 2015

Para instalar o Autocad 2015 oferecido pela UTFPR, verifique se a máquina que receberá o software possui os seguintes requisitos mínimos:

  • Windows 7 (x32 ou x64) ou superior.
  • Para plataformas 32 bits Intel® Pentium® 4 ou AMD Athlon™ Dual Core, 3.0 GHz
  • Para plataforma 64 bits AMD Athlon 64, AMD Opteron™, Intel® Xeon® ou Intel Pentium 4
  • 2 GB de RAM 800mhz DDR2 ou superior
  • Resolução de tela 1024×768 ou superior
  • 6 GB de espaço livre em disco
  • NET Framework 2.0, 3.0, 3.5 e 4.5.

OBS: O software precisa sempre ser instalado através do procedimento aqui explicado pois a licença só será ativada com esses parâmetros de entrada. Portanto, está PREVISTO que a licença não funcionará em caso de restauração de imagem do sistema.

O Audocad 2015 pode ser encontrado no servidor:

\\200.134.25.215\Autodesk

Login: acad

Senha:  Auto2015!Autocad0001

Dentro da pasta AutoCAD_2015_Brazilian_Portuguese_Win_64bit_R1_dlm você irá encontrar o setup para iniciar a instalação

Primeiro Passo para começar a instalação.

1) Abrir setup do instalador em modo administrador:

Autocad (1)

2) Após o processo de preparo de instalação, clique em “Instalar neste computador”:

Autocad (2)

3) Selecione a opção “Eu aceito” e clique em avançar:

Autocad (3)

4) Selecione no tipo de licença a opção “Rede”, insira o nome do servidor no Network License Manager “borgcube.ct.utfpr.edu.br”, o número de série “550-05246009” “550-05245910” “550-05245811” e no campo chave do produto insira “651G1”.

Autocad (4)

5) Selecione os módulos que deseja instalar:

Autocad (5)

6) Aguarde o fim da instalação.

Autocad (6)

7) Quando finalizar a instalação, clique em “Concluir”.

Autocad (7)

8) Será necessário reiniciar o computador para que a instação de alguns componentes tenha efeito.

Autocad (8)

OBS.: Essa ativação só funcionará enquanto a máquina que hospeda a instalação estiver dentro da rede da universidade.

Acesso Rede Sem Fio UTFPRADM

Esta rede é dedicada aos servidores da UTFPR.

Quando você clicar para se conectar nesta rede, aparecerá uma janela solicitando usuário e senha.

No campo usuário utilize o seu e-mail institucional sem o @utfpr.edu.br e no campo senha utilize a mesma senha do e-mail institucional.
Exemplo:
e-mail: meunome@utfpr.edu.br
usuário: meunome

Acesso Rede Sem Fio UTFPRWEB

Acesso rede sem fio UTFPRWEB:

Você se conecta nesta rede e, quando for tentar acessar qualquer página no navegador, será redirecionado à página de autenticação, onde será solicitado um usuário e senha.


Alunos:

Para os alunos, o usuário é o código do aluno (registro acadêmico – R.A.) com a letra a na frente e a senha é a mesma utilizada no Portal do Aluno. Exemplo: a1234567


Servidores:

Para os servidores, o usuário e a senha são os mesmos do e-mail institucional, lembrando que no campo usuário você deve digitar o campo que vem antes do @, por exemplo:
Um usuário que possua o e-mail: meuemail@utfpr.edu.br, deverá digitar:
meuemail no campo usuário.


Visitantes:
Os visitantes podem acessar a internet UTFPRWEB, porém precisam solicitar um usuário e senha comparecendo no departamento da COGETI ou pela DIRGTI para cadastramento e fornecimento dos dados de acesso.

Como redirecionar os e-mails do E-mail Institucional para e-mail pessoal (Aluno)

Para acessar seu e-mail institucional, entre em:  http://mail.alunos.utfpr.edu.br

OBS: Este link pode ser encontrado no Portal do Aluno, aba “E-mail Institucional“.
linkEmail

Utilize o e-mail que está situado no topo da página da figura anterior – emailAluno@alunos.utfpr.edu.br (não se esqueça de escrever o e-mail todo, não só a parte antes do @!!).

Após abrir seu e-mail, clique em “Configurações
Sem título

Depois clique em “Encaminhamento e POP/IMAP
Capturar

Então, após a página carregar, configure pelo método que preferir.
Capturar2

Alterando a senha do e-mail institucional

Servidores:
Os servidores que queiram (ou necessitem) alterar a senha do e-mail institucional devem vir até a COGETI para que este procedimento possa ser realizado por nossa equipe.
Apenas lembrando que o acesso ao e-mail institucional deve ser realizado pelo link: https://mail.utfpr.edu.br/

  1. No campo usuário, digite o seu nome de usuário
    Exemplo: meuNome@utfpr.edu.br
    usuário: meuNome
  2.   No campo senha, entre com a sua senha;
  3.  Clique em “Conectar”;
  4. No menu localizado a esquerda, clique em “Senha”, que está dentro de “Minha Conta”;
  5. Digite os dados correspondentes aos campos solicitados:
    usuário: meuNomesenha antiga: ****
    senha nova: ********
    confirme sua senha nova: ********
  6. Clique em “Change Password”
  7. Clique em “Desconectar” no menu a esquerda

Pronto!

 

Alunos:
Para os alunos, o link para acessar o e-mail institucional é:  http://mail.alunos.utfpr.edu.br
(este link pode ser encontrado no Portal do Aluno, em “E-mail Institucional“)
opcaoE-mail

Lembrete!!!
Não é recomendado alterar a senha através das interfaces dos serviços Google, pois as senhas serão periodicamente sobrepostas com os dados do sistema acadêmico. Recomendamos realizar a alteração através do Portal do Aluno.
O tempo máximo para atualização das senhas é de 12 horas.

Então, caso seja necessário modificar a senha do e-mail, entre no Portal do Aluno e clique em “Alterar Senha” localizado no canto direito da tela.
senha

Então preencha os campos “CPF”,  “senha atual” e “senha nova” na imagem abaixo:
1

Instalar ou atualizar o Tiki Wiki

Ambos os procedimentos são bastante semelhantes, diferindo apenas na fase de cópia dos arquivos alterados ou incluídos na versão prévia. Os procedimentos descritos a seguir supõe que estejamos instalando a versão 7.2 ou atualizando da versão 7.1 para a versão 7.2. Se as versões forem diferente, será necessário ajustar os procedimentos de acordo com as versões envolvidas.
Supomos também que a instalação está sendo feita no servidor cogeti, na pasta /var/www/tiki.

Obter a versão a ser instalada
Com permissões de administrador, execute as seguintes tarefas para obter e descompactar o Tiki Wiki.
# cd/var/www
# wget http://utfpr.dl.sourceforge.net/project/tikiwiki/Tiki_7.x_Electra/7.2/tiki-7.2.tar.gz
# tar -xzf tiki-7.2.tar.gz

Após executar estes comandos, o diretório /var/www/tiki-7.2 conterá os arquivos da versão 7.2 do Tiki Wiki.

Copiar arquivos e ajustar permissões
A nossa instalação inclui uma logomarca que precisa ser copiada para a nova instalação. Uma vez que o Tiki Wiki grava arquivos no servidor, é necessário mudar o proprietário dos arquivos para coincidir com o usuário do Apache. Na nossa instalação, este usuário é www-data. Depois basta recriar o link simbólico para habilitar a nova instalação.
# cp -R tiki/img/cogeti tiki-7.2/img
# chown -R www.data:www.data tiki-7.2
# rm tiki
# ln -s tiki-7.2 tiki

Com estas tarefas concluídas, o Apache passará a referenciar a nova instalação.

Configuração
A configuração do Tiki Wiki é feita através da própria interface Web. Basta, portanto, abrir a URL http://blogs.ct.utfpr.edu.br/cogeti/ em qualquer navegador e seguir as instruções.
Quando perguntado sobre o tipo de banco de dados, usuário e senha, escolher o MySQL Classic. As credenciais a serem usadas podem ser recuperadas do arquivo da versão anterior, por exemplo, /var/www/tiki-7.1/db/local.php. Neste arquivo $host_tiki é o servidor de banco de dados, $dbs_tiki é o nome do banco de dados, $user_tiki é o nome do usuário do banco de dados e $pass_tiki é a senha do usuário do banco de dados.
Ao final da configuração é recomendável desabilitar o instalador.

Proteja o arquivo com as credenciais do banco de dados
# chmod og-rw /var/www/tiki/db/local.php

Remover os arquivos de instalação e a versão antiga
O arquivos de instalação e a versão antiga podem ser removidos:
# rm tiki-7.2.tar.gz
# rm -R tiki-7.1

 

Arquivo de propriedades do Tomcat

Definição
O arquivo de propriedades do Tomcat, localizado, por padrão em conf/catalina.properties pode ser usado para definir propriedades que serão referenciadas em outros arquivos de configuração tais como server.xml e context.xml e também nos arquivos de definição de contexto das aplicações em META-INF/context.xml, no diretório de cada aplicação.

Como em todos os arquivos de propriedades de Java, este arquivo é composto de um conjunto de pares atributo=valor. Por padrão, já existe uma grande quantidade de propriedades definidas neste arquivo que são utilizadas pelo próprio Tomcat e devem ser preservadas.

Para que as alterações tenham efeito é necessário reiniciar o Tomcat!


Criação de novas propriedades
Em arquivos de propriedades, linhas começadas por # são consideradas comentários e ignoradas. Pode-se adicionar propriedades e comentários em qualquer parte do arquivo, mas é recomendável fazê-lo ao final e comentar de forma clara a finalidade de cada uma das propriedades.
Podemos, por exemplo, armazenar neste arquivo o usuário e senha de um banco de dados, evitando a necessidade de distribuir estas informações no arquivo war da aplicação, o que é potencialmente inseguro. Obviamente é necessário restringir cuidadosamente o acesso ao arquivo catalina.properties neste caso.

Exemplo: armazenar a senha do banco de dados
Suponha que uma aplicação Web utiliza uma fonte de dados (DataSource) para criar conexões a um banco de dados Oracle e que a definição desta fonte de dados está no arquivo META-INF/context.xml da aplicação. Como não desejamos que estes dados sejam colocados diretamente no arquivo, vamos defini-los no arquivo catalina.properties e referenciá-los no arquivo de contexto da aplicação. Inicialmente devemos editar o arquivo catalina.properties e incluir as propriedades desejadas:
# Credenciais para conexão ao banco de dados Oracle
oracle.db.username=login
oracle.db.password=senha

Adicionando as duas linhas acima ao arquivo de propriedades, definimos as propriedades oracle.db.username com o valor login e oracle.db.password com o valor senha.

Podemos utilizar estas propriedades no arquivo META-INF/context.xml:
<?xml version”1.0″ encoding=”UTF-8″?>
  <Context antiJARLocking=”true” path=”/exemplo”>
<Resource auth=”Container”
driverClassName=”orcale.jdbc.OracleDriver”
logAbandoned=”true”
maxActive=”10″
maxIdle=”3″
maxWait=”10000″
name=”jdbc/exemplo”
username=”${oracle.db.username}”
password=”${oracle.db.password}”
removeAbandoned=”true”
type=”javax.sql.DataSource”
url=”jdbc:oracle:thin:@my.oracle.db.com:1521:scott”
validationQuery=”select * from dual” />
</Context>

Com isto, quando a aplicação for carregada, o Tomcat substituirá os respectivos valores.